IT: Capítulo 2 | Crítica


27 anos depois que o Clube dos Otários interrompeu o reinado de terror de Pennywise sobre a cidade de Derry, todos esqueceram aquele verão fatídico. Mas agora Pennywise ressurgiu e está assolando a cidade mais uma vez, e os otários precisam se lembrar de seu passado e pôr um fim à Coisa de uma vez por todas.




Depois que o primeiro filme estreou com um sucesso estrondoso, ficamos interessados em ver como Andy Muschietti e Gary Dauberman iriam adaptar a parte adulta do horror clássico de Stephen King em IT: Capítulo dois. Felizmente, eles fizeram isso com um toque mais do que sinistro. Como grande parte do trabalho de King, o filme facilmente tem muito a dizer sobre a monstruosidade da humanidade, iniciando com a cena brutal de um ataque homofóbico contra Adrian Mellon e seu namorado. E embora seja Pennywise que fornece o choque e a violência, o espancamento é causado por vários "valentões" de Derry. O longa imediatamente define um tom desconfortável para o tempo de execução de 169 minutos. A partir daí, é uma jornada sombria que não tem medo de distribuir baldes de sangue.





Uma vez que o Loser's Club é chamado de volta a Derry por Mike Hanlon (Isaiah Mustafa), tudo parece um pouco complexo, pois o longa dá ao público uma visão de suas vidas, além de como foram afetados desde o primeiro encontro com Pennywise. Seja a culpa interna de Bill (James McAvoy), Beverly Marsh (Jessica Chastain) e seu casamento abusivo, as hipocôndrias de Eddie, a infelicidade de Ben ou a relutância de Richie Tozer (Bill Hader) em se abrir. Obviamente, as bases para suas histórias surgiram no primeiro filme, mas IT: Capítulo dois desenvolve o grupo de amigos de maneiras bem surpreendentes, enquanto explora completamente suas personalidades adultas. O único elemento do longa que atrapalha um pouco o seu brilho é um sub-enredo menor, envolvendo Henry Bowers (o valentão psicopata do primeiro filme). Ele ultrapassa os limites do já extenso tempo de execução do filme (o que por si só não é uma reclamação), mas não tem o peso emocional necessário para tornar sua inclusão memorável junto com o clube dos otários e Pennywise.



Contudo, o diretor Andy Muschietti mais uma vez equilibra com maestria o humor e a leveza desses personagens, com o terror invasor de Pennywise, enquanto ele infecta a própria cidade. Como esses personagens (e o elenco que os interpreta) têm uma química incrível, é fácil ser sugado por suas histórias individuais e esquecer que eles estão sendo perseguidos por Pennywise com seu número de show de horrores. Uma vez que a platéia é levada a uma sensação de segurança, não demora muito para que o tapete seja puxado por baixo e nos deparemos com monstros sangrentos, zumbis e psicopatas. Cada susto em jump scare age como um raio bem colocado. Felizmente, o filme brinca com alguns dos sustos mais estereotipados que um fã de terror experiente pode encontrar a uma quilômetro de distância, e manipula isso com muito sucesso.




Os efeitos especiais de todas as formas de pesadelo são assustadoramente impressionantes e funcionam bem. Uma sequência em particular durante o retorno à casa na Neibolt Street é tão surpreendente que o grupo é forçado a enfrentar sua própria culpa e pesar. A maneira pela qual Muschietti e o diretor de fotografia Checco Varese executam essa cena é de uma monstruosidade assustadora de gelar a espinha, e, com certeza, vai deixar você observando melhor os cantos escuros do seu quarto nos dias seguintes, após ver o filme. Outra coisa que vai fixar no seu cérebro, é a assustadora trilha sonora de Benjamin Wallfisch. As notas musicais inspiram uma sensação poética de destruição iminente e ele, com muita destreza, ajuda a criar uma atmosfera mais que sombria por toda parte.



Bill Harder é um dos destaques do longa

O destaque do filme (além de Bill Skarsgard como Pennywise, é claro) vai inegavelmente para Richie Tozer, interpretado por Bill Hader. Suas brincadeiras de primeira linha e zoeiras com o clube dos otários (principalmente com o hipocondríaco Eddie) são realmente hilariantes, mas, como seus próprios segredos pesam sobre ele, ele luta para chegar a um acordo, mesmo quando Pennywise o obriga a enfrentar seu combate interno. Bom rapaz esse Pennywise hein? Ajudando os adultos a lidar com o próprio trauma da infância, ensinando a deixar o passado para trás. Brincadeiras à parte, falando sério, o filme tem muito a dizer sobre crescer, sair de casa e reconhecer o seu passado. Talvez IT: Capítulo dois se apoie um pouco demais no primeiro filme para o desenrolar de seu contexto, mas graças ao cativante elenco jovem, é difícil reclamar das suas aparições em flashes espalhados por todo o longa.



Pennywise está ainda mais assustador e devastador nesta sequência

IT: Capítulo dois, em sua essência, é um filme sobre enfrentar seus medos, superar as adversidades e a discriminação para viver confortavelmente em sua própria pele. Por acaso, usa um palhaço assassino como método para transmitir essa mensagem. Falando do Palhaço do Satanás, Bill Skarsgard como Pennywise é, mais uma vez, verdadeiramente perturbador e repete uma excelente atuação. Seu reino eufórico de terror é tão inquietante que é difícil relaxar sempre que ele está na tela. Talvez seja a imprevisibilidade do palhaço combinada com aquele sorriso sinistro. Independentemente, a performance monstruosa de Skarsgard é inigualável e cimenta seu vilão como um clássico moderno. Um passeio de emoção fantasticamente arrepiante que conscientemente esconde um coração terno, embalando você em uma sensação de segurança antes te sacudir até a alma.



Siga nossas redes sociais e inscreva-se em nosso Canal no Youtube!

Twitter: @realcanalbang

Instagram: @canalbangoriginal

Facebook: http://facebook.com/canalbangoriginal

PodCast: http://canalbang.podomatic.com

  • Twitter Clean
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Facebook Clean
bannerPropaganda1.jpg

DISCLAIMER

O Canal Bang ​é um portal que tem como objetivo trazer as principais novidades sobre filmes, séries, livros, quadrinhos, games e tudo que envolve a cultura pop. De uma maneira descontraída, inteligente e cheia de carisma, você pode assistir nossos vídeos semanais em nosso canal do Youtube, ouvir nossas críticas e debates polêmicos em nosso podcast, e saber das notícias que envolvem o universo nerd ao vivo em nosso programa na TV MAR (Canal 25 NET) toda Quinta às 12:30. Entretenimento de verdade, você encontra aqui, no maior portal nerd de Alagoas.

PARCEIROS

CinemaParceria.jpg
tvMarParceria.jpg
GazetaParceria.jpg
piticasCinzaSite.jpg
santoAmaro.png

CONTATO

+55 82 3028-6851

Maceió-Alagoas

  • YouTube - Canal Bang
  • Facebook - Canal Bang
  • Instagram - Grey Circle
  • Twitter - Canal Bang

© 2019 Canal Bang - Todos os direitos reservados

Cinema, Cultura e Entretenimento