top of page

Fortnite | Classificação etária deu o que falar na ultima atualização do game

A Epic Games introduziu recentemente uma nova política de classificação etária para o Modo Criativo do Fortnite.

Como resultado foi visto a restrição de acesso a certas skins para jogadores menores de 12 anos. Essa mudança impactou a disponibilidade de determinadas skins, causando revolta na comunidade, especialmente entre os mais jovens.


A política da Epic Games agora atribui uma classificação indicativa a cada item do jogo, o que levou ao bloqueio de algumas skins previamente adquiridas para jogadores menores. Essas restrições também se estendem aos eventos e modos de jogo, limitando o uso de certos visuais para mapas específicos.


Essa decisão gerou críticas intensas nas redes sociais, com alguns jogadores expressando insatisfação e até mesmo afirmando que o Fortnite foi arruinado por essas restrições. Uma petição online na Change.org já conta com mais de 4,3 mil assinaturas, pedindo à Epic Games que reverta suas políticas.


Essa mudança está alinhada com a visão da Epic Games de transformar o Fortnite em um verdadeiro metaverso. Embora conceda liberdade aos jogadores e criadores de conteúdo, a empresa busca se precaver de problemas legais à medida que o jogo continua a crescer e atrair novos públicos.


A Epic também implementou outras medidas de segurança, como mudanças na interface para prevenir compras acidentais e aprimoramentos nos sistemas de proteção e denúncia no jogo. Recentemente, introduziram um sistema de gravação para registrar comportamentos tóxicos na comunidade do Fortnite.


Esse recurso só pode ser desativado se todos os jogadores em uma partida tiverem mais de 18 anos e participarem apenas de grupos formados por amigos. A Epic garante que as gravações têm um limite de tempo de 5 minutos e são feitas para proteger a privacidade e a segurança dos dados dos usuários.


Fonte: Adrenaline

Siga nossas redes sociais e inscreva-se em nosso Canal no Youtube!

Twitter: @realcanalbang

Instagram: @canalbangoriginal

0 comentário

댓글


bottom of page