Daniel Radcliffe comenta sobre tweets considerados transfóbicos de J.K. Rowling

Daniel Radcliffe, estrela de Harry Potter, entrou no debate sobre transgêneros recentemente desencadeado por comentários feitos pela autora de Harry Potter, J.K. Rowling.


Em um ensaio publicado no site The Trevor Project, uma organização sem fins lucrativos que presta serviços de intervenção em crises e prevenção de suicídio para jovens LGBT, o ator respondeu a uma série de tweets de Rowling que muitos consideravam transfóbicos e provocaram numerosos ataque, inclusive do grupo de defesa de mídia GLAAD.


Daniel Radcliffe.
"As mulheres trans são mulheres.", escreveu Radcliffe. "Qualquer declaração em contrário apaga a identidade e a dignidade das pessoas trans e vai contra todos os conselhos dados por associações profissionais de saúde que têm muito mais experiência nesse assunto do que Jo ou eu.", afirmou o ator.

Radcliffe apontou estatísticas do The Trevor Project mostrando que 78% dos jovens trans e não-binários relataram ter sido objeto de discriminação devido à sua identidade de gênero. "Está claro que precisamos fazer mais para apoiar pessoas trans e não binárias, não invalidar suas identidades e não causar mais danos", acrescentou.


O post foi uma reação aos tweets de Rowling no fim de semana, que começou quando ela publicou um artigo de opinião do site Devex intitulado "Criando um mundo pós-COVID-19 mais igual para as pessoas que menstruam". Ela contou a história pelo uso da linguagem, escrevendo:


"Pessoas que menstruam. Tenho certeza de que costumava haver uma palavra para essas pessoas. Alguém me ajudou. Wumben? Wimpund? Woomud?"

Em um tópico que recebeu milhares de respostas de pessoas chateadas e viu Rowling tendendo explicar sua visão no Twitter, a autora continuou falando:


"Se o sexo não é real, não há atração pelo mesmo sexo. Se o sexo não é real, a realidade vivida das mulheres em todo o mundo é apagada. Conheço e amo pessoas trans, mas apagar o conceito de sexo remove a capacidade de muitos de discutir significativamente suas vidas. Não é ódio falar a verdade."

Em seu ensaio, Radcliffe disse que, embora esperasse que a mídia retratasse dessa maneira, o motivo de sua resposta não foi uma "brigar" entre ele e Rowling.


"Enquanto Jo é inquestionavelmente responsável pelo curso que minha vida seguiu, como alguém que teve a honra de trabalhar e continua a contribuir com o The Trevor Project na última década, e apenas como ser humano, sinto-me compelido a dizer algo em neste momento.", disse Radcliffe, enquanto também se desculpava com aqueles que achavam que sua experiência com os livros de Harry Potter havia sido manchada.

Fonte: The Hollywood Reporter.



Siga nossas redes sociais e inscreva-se em nosso Canal no Youtube!

Twitter: @realcanalbang

Instagram: @canalbangoriginal

Facebook: http://facebook.com/canalbangoriginal

PodCast: http://canalbang.podomatic.com

0 comentário
  • Twitter Clean
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Facebook Clean