Borat: Fita de Cinema Seguinte | Filme é processado por sobrevivente do holocausto

Os produtores de Borat: Fita de Cinema Seguinte, de Sacha Baron Cohen, e os estúdios Amazon foram processados por uma sobrevivente do Holocausto, Judith Dim Evans, que afirma ter sido entrevistada pela estrela sob falsos pretextos, que resultou em seu aparecimento no filme sem sua permissão, apesar de que Baron Cohen ter optado em sair do personagem e ter se identificado durante as filmagens.



O ator acabou dedicando o filme à Evans, que morreu após as filmagens. Na produção, ela aparecerá contando sobre as suas histórias e as de sua família durante a Segunda Guerra Mundial. Além disso, os cineastas responsáveis pelo longa ajudaram os familiares de Judith Dim Evans a criarem um site em sua homenagem.


O caso veio à tona depois de que um processo foi aberto contra a produção, reportando que Dim Evans participou do longa sem saber que se tratava de uma sátira. O processo diz que Borat 2 “tira sarro do Holocausto e da cultura judaica”. Em resposta, a produção afirmou que há gravações do momento em que Baron Cohen explica o que está acontecendo à sobrevivente.


O filme será uma sequência do longa original de 2006, e foi gravado em várias partes do mundo em segredo.


Borat: Fita de Cinema Seguinte chega ao Amazon Prime Video em 23 de outubro de 2020.


Fonte: Deadline.



Siga nossas redes sociais e inscreva-se em nosso Canal no Youtube!

Twitter: @realcanalbang

Instagram: @canalbangoriginal

Facebook: http://facebook.com/canalbangoriginal

PodCast: http://canalbang.podomatic.com

0 comentário
  • Twitter Clean
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Facebook Clean