Aurora | Kathryn Bigelow vai dirigir adaptação cinematográfica do romance de David Koepp na Netflix

A Netflix já está se preparando para a próxima temporada de premiações.


Parece que a Netflix reuniu todos os diretores mais talentosos nos últimos anos para criar conteúdo exclusivo para seu serviço de streaming. Grandes cineastas como Martin Scorsese, Rian Johnson, Bong Joon-ho e Alfonso Cuarón já fizeram filmes para o streaming no passado. Agora, a diretora vencedora do Oscar Kathryn Bigelow é o próximo talento a se juntar à família Netflix.


A Netflix anunciou na quinta-feira que o próximo filme de Bigelow será produzido pelo streaming. O filme é baseado no próximo romance de David Koepp com o mesmo nome, Aurora. Koepp estará adaptando o romance para Bigelow e a história segue, “personagens que estão lidando com o colapso da ordem social, contra uma catastrófica crise de poder mundial”. Agora, essa é uma descrição muito vaga, mas o resumo oficial do romance revela um pouco mais afirmando:

Em Aurora, Illinois, Aubrey Wheeler está apenas tentando sobreviver depois que seu ex-marido semi-criminoso se separou, deixando para trás seu filho adolescente rebelde. Então as luzes se apagam – não apenas em Aurora, mas em todo o mundo. Uma tempestade solar derrubou a energia em quase todos os lugares. De repente, todos os problemas são locais, muito locais, e Aubrey deve assumir o manto de feroz protetora de seu bairro suburbano. Do outro lado do país vive o irmão distante de Aubrey, Thom. Um CEO do Vale do Silício fantasticamente rico e neuroticamente preparado, ele planeja enfrentar a crise em um bunker dourado no deserto que ele construiu para o máximo conforto e segurança. Mas a complicada história entre os irmãos está longe de terminar, e o que parece o fim do mundo é apenas o começo de vários acertos de contas há muito atrasados ​​- aos quais nem todos sobreviverão. . .

A Hora Mais Escura

Agora, obviamente, o enredo do filme pode parecer muito diferente quando for lançado. No entanto, com Bigelow atrás das câmeras, os fãs de cinema devem ter toda a confiança do mundo de que este será nada mais nada menos que um produto incrível. Bigelow começou cedo em sua carreira de clássicos do gênero, como o icônico thriller de ação Caçadores de Emoção, antes de começar a fazer filmes de calibres do Oscar. Ela fez história em 2010, quando se tornou a primeira mulher a ganhar o prêmio de Melhor Diretor por seu filme de guerra Guerra ao Terror, que também ganhou o prêmio de Melhor Filme. Seu próximo projeto, que também foi um filme de guerra, A Hora Mais Escura também foi indicado para Melhor Filme em 2013 e Jessica Chastain foi indicada para Melhor Atriz por seu papel principal no filme. O último projeto de Bigelow foi o thriller policial de 2017 Detroit, estrelado por John Boyega e Anthony Mackie. Embora não tenha sido indicado para nenhum Oscar, muitos fãs de cinema pensaram que Detroit foi totalmente esnobado pela academia.

Caçadores de Emoção

Bigelow tem um histórico incrível. Mesmo que o livro ainda não tenha saído, Aurora soa como o tipo de história que se encaixa no talento da diretora, dado seu histórico de ação e suspense. Provavelmente terá mais da mesma narrativa convincente baseada em personagens que os fãs adoraram. Não importa quão grande seja o escopo da história, essa cineasta sempre encontra uma maneira de contar uma história emocionalmente fascinante e humana.


Com a guerra dos streamings esquentando, Bigelow é outra grande diretora para a parceria da Netflix. O romance Aurora será lançado em 7 de junho e provavelmente teremos mais notícias sobre a adaptação cinematográfica logo depois.


Confira o anúncio da Netflix abaixo:


Fonte: Collider


Siga nossas redes sociais e inscreva-se em nosso Canal no Youtube!

Twitter: @realcanalbang

Instagram: @canalbangoriginal

Facebook: http://facebook.com/canalbangoriginal

0 comentário
  • Twitter Clean
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Facebook Clean